The Sugarcubes

Biografia

Formado em 1986 na Islândia, The Sugarcubes não somente revelou a cantora Björk, como também lançou um dos melhores discos da música pop dos anos 1980, o aclamado álbum de estreia, Life's Too Good, de 1988. Mesmo que os dois álbuns seguintes - Here Today, Tomorrow Next Week! (1989) e Stick Around for Joy (1992) não tenham a inspiração pop de Life's Too Good, a banda conquistou uma legião de fãs no cenário alternativo. Influenciada principalmente pelo pós-punk, a música da banda apresenta elementos que lembram artistas como The Cure, Kate Bush, The B-52's e Talking Heads.

The Sugarcubes foi formado por músicos que já atuavam em diversos grupos do cenário independente islandês durante os primeiros anos dos anos 1980. Björk Guðmundsdóttir e Einar Benediktsson (ambos nos vocais), Thor Eldon (guitarra), Einar Mellax (teclados), Bragi Olafesson (baixo) e Siggi Baldursson (bateria) lançaram em 1986 na Islândia o single Einn Mol'á Mann com as músicas e "Köttur". O grupo despertou o interesse do selo britânico One Little Indian, que em 1987 lançou a música "Birthday", a versão em inglês da faixa "Ammæli".

"Birthday" foi o primeiro single do aclamado álbum Life's Too Good, lançado em 1988, e a primeira musica pop islandesa a fazer sucesso fora do país. Além de "Birthday", "Coldsweat", "Deus" e "Motorcrash" foram os outros singles tirados do álbum de estreia da banda.

A aclamação da crítica também gerou conflitos internos, em particular, tensão entre Einar Benediktsson e Björk, já que a maioria dos elogios era direcionada à vocalista. A formação da banda também teve alteração com a saída de Einar Mellax e a entrada de Magga Ornolfsdottir.

Here Today, Tomorrow Next Week!, o segundo álbum, saiu em 1989. O disco não obteve a mesma aceitação do anterior. Já Stick Around for Joy, lançado em 1992, recebeu resenhas positivas, mas não conseguiu gerar nenhum grande hit.

The Sugarcubes se desfez em 1992 e, na sequência, Björk iniciou uma bem sucedida carreira solo.

Islândia

Posts Relacionados