Dave Grohl comenta sobre o último disco do Nirvana

Dave Grohl comenta sobre o último disco do Nirvana

Dave Grohl defende que os fãs deveriam ouvir "In Utero" sem procurarem nas letras sinais para o suicídio de Kurt Cobain:

"Esse é o meu problema com esse disco. Gostava dele e já não gosto por causa disso: para mim, se ouvirem o disco sem pensarem na morte do Kurt poderão perceber a intenção original do disco".

O músico, hoje à frente do Foo Fighters, revela mesmo que essa é a razão para nunca ter explicado aos filhos como morreu Kurt Cobain: "Os meus filhos sabem que eu estive no Nirvana. Sabem que o Kurt morreu. Mas nunca lhes disse que ele se matou. Eles têm quatro e sete anos. Por isso, quando ouvirem In Utero, terão uma perspectiva fresca - a intenção original do disco, como alguém que o ouve pela primeira vez. Um dia eles saberão o que se passou. E por isso a perspectiva deles mudará. Foi o que aconteceu comigo".

oFuPm8XRpFU