Tragédia no festival belga Pukkelpop

Tragédia no festival belga Pukkelpop

Cinco pessoas morreram ontem na sequência da queda de dois palcos do festival belga Pukkelpop, em Hasselt, 80Km de Bruxelas. Há cerca de quarenta pessoas feridas, algumas das quais em estado grave. Estavam presentes no local entre 60 a 65 mil pessoas. O festival foi cancelado. 

Na origem dos desabamentos esteve uma violenta tempestade, com chuva e ventos fortes, que se abateu sobre a região e que não teria durado mais de 15 minutos. 
 
Um dos palcos ruiu em cima dos espectadores. Estruturas metálicas e outros materiais caíram ao chão. Testemunhos referem um cenário de devastação. 
 
Vídeos mostram o equipamento de um dos palcos balançando por força de vento e chuva muito fortes que se faziam sentir e os espetadores em busca de refúgio. Um centro de acolhimento foi aberto em um ginásio nas redondezas. 
 
Cullen Omori, membro do Smith Westerns, assinalou o acidente no Twitter: "O palco desabou e Max (Kakacek, guitarrista) ia sendo esmagado pelas árvores". O grupo norte-americano atuava numa tenda, onde parte do úblico tinha se abrigado da chuva intensa. 
 
Jared Leto, vocalista do 30 Seconds to Mars, que também faz parte do line-up, pediu prudência ao público do Pukkelpop: "Ainda chove muito e troveja. Se estão aqui, tenham cuidado".
 
O Pukkelpop começou no último dia 18 e terminaria no dia 20. Entre as principais atrações estavam Foo Fighters, Eminem, Glasvegas, Kasabian, The Kills, The Streets, Friendly Fires, entre outros.  (Blitz)

FPjcujps9W0